Grupo Coral "Totus Tuos"

Contacto:
Ensaios: às 17:00, às sextas-feiras na Igreja do Paul do Mar
Nº de elementos: 34
Totus Tuos

Apresentação Histórica

Foi fundado em 2 de Abril de 2005, dia do falecimento do Papa. O seu nome, teve origem na grande Semana Santa de 2005 em que o Papa João Paulo II de quem memória saudosa fazemos, estava a dizer o seu último adeus.

O Nome foi atribuido porque o seu lema de vida do Santo Padre era "TOTUS TUOS", que como ele dizia Sou todo teu ó Maria. Assim neste ambiente de solidariedade, com este acontecimeto e porque também os Pauleiros sofriam por não terem sacerdote fixo na sua terra. O Senhor Padre Carlos, vinha apenas celebrar missa ao domingo. O povo também estava sofrendo com esta situação. Assim se dizia: "associamos o nosso descontentamento às dores do Papa..."e surgiu o côro do Paúl do Mar.

Neste ambiente de querer melhorar e dar mais vida às missas e festividades da Igreja e pôr em acção as vozes tão belas e harmoniosas do nosso povo, que estava sofrendo no silencio... Fazia pena, ver as pessoas mais idosas da terra a cantarem sozinhas, quando toda a gente podia cantar.

Faltava alguém que desse o salto para colaborar com as Senhoras mais velhas que tanto ansiavam que toda a gente cantasse. porque foi formado…porque certamente Deus e Nossa Senhora assim o quiseram.

A obra é sempre de Deus. Também da oração de muita gente... Que sonhava um Paul vivo e activo como o foi em tempos passados...Ele serve-se apenas dos corações simples. Também é certo que as pessoas já não estavam a conseguir enfrentar as missas tão pobres em canticos e quem vinha do estrangeiro já não reconhecia o seu Paul do Mar... surgiu da necessidade de dar vida, entusiasmo e festa às missas e festividades da Igreja, e pôr a render os talentos dos Pauleiros com tão boas vozes e arte para a música.

Tantas crianças , jovens, adultos, velhos que gostavam de ver uma igreja renovada e mais alegre. Mas de verdade ninguém arrancava . (O "orfeão" cantava prticamente só nas festas principais: duas a três vezes por ano ou quando alguém fazia promessa, como acontece presentemente, o que dá pena, pois ouvir o orfeão era um matar saudades dos cantares da nossa terra.)

Quem deu impulso foi muita gente, e mais praticamente todo o grupo, com o apoio da Senhora Feliz, já com muita idade, que Deus a tenha no céu, que não se cansava de pedir "venham cantar e vamos aprender coisas novas", Com a força que a Irmã Fatima veio dar, chamando pessoas, entusiasmando e ensaiando canções novas. Com a grande generosidade e a dedicação do Justino Correia que captava as músicas em segundos e pacientemente ajudava a dar alegria e brilho ao coro com a sua voz e viola. A extreia foi no domingo de Páscoa de 2005. Com ensaio prévio com o povo tendo sido uma grande festa com toda a gente a cantar! Era a verdadeira Páscoa dos nossos sonhos...

O grupo tem um repertório relegioso dedicado a solenização de cerimónias litúrgicas desde missas, novenas, terço, baptizados, aniversários, funerais, reuniões, encontros de formação, procissões e todas as festas dedicadas a Nossa Senhora intitulada de Senhoras das Graças da Medalha Milagrosa que é o mesmo que dizer Imaculada Conceição. E ainda animar - cantar  nos momentos de devoções dos santos e promessas alcançadas seja de quem fôr desde que o Senhor Padre tenha conhecimento.